Eleven Madison Park, em Nova York foi eleito o melhor restaurante do mundo segundo o “The World’s 50 Best Restaurants“, da revista britânica “The Restaurant”, que é considerado o Oscar da categoria, passou por uma reforma em 2017, que mudou tanto o interior do restaurante como seu menu, que custa em torno de mil reais por pessoa e tem uma fila de espera para reserva de 6 meses.

Mas o que eu quero mesmo é falar sobre o Café do Eleven, o famoso Café Real, custa 24 dólares e tem uma diretora dedicada ao processo, leva em torno de 10 minutos para preparar, o blend é de uma variedade de grãos muito cobiçada, chamada Wush Wush, o nome vem de uma cidade ao sul da Etiópia onde o café teve origem, apesar da referência africana, o Wush Wush que o Eleven Madison Park usa é importado e torrado pela Devoción no Brooklyn, que importa os grãos de uma única fazenda na Colômbia.

Por esse preço, o café não é simplesmente derramado na xícara, há um pouco de teatro para a apresentação. A diretora de café do restaurante de três estrelas da Michelin, Maya Albert, vem à sua mesa com um Dripper Silverton para preparar um café com toda a sua magia.

Qual o sabor disso? “É torta de mirtilos”, disse Albert ao Wall Street Journal. “Tem essa textura cremosa que me lembra iogurte”.