Por que ter uma Máquina de Café

Café de Casa
Em 26 de setembro de 2012
Durante o cafezinho do(a)

É claro que todos nós amamos um bom café coado, mas é muito bom ter uma máquina de café espresso em casa sempre a disposição.

Abaixo vou listar 4 motivos que me levaram a adquirir uma máquina de café espresso.

Aroma e Sabor: o método de preparo do espresso intensifica o sabor e o aroma do café, se você já gosta do cheirinho de café pela casa, o cheiro do café espresso é ainda melhor.

Economia: geralmente quando fazemos um café coado, acaba sobrando café na cafeteira ou no bule, com uma máquina de café espresso você tira somente o que irá consumir, economizando pó de café, água, energia, etc.

 

Crema: O espresso forma uma crema quando bem tirado, essa crema é deliciosa e mantém a temperatura e aroma do espresso por mais tempo, além de fazer com que as papilas gustativas fiquem mais sensíveis para degustar um bom café. Muitos baristas dizem que o espresso perfeito é aquele onde a crema é consistente e com cor de caramelo rajada, é o que chamamos de Espresso Tigrado.

Variedade: Com uma máquina de café espresso você pode fazer infinitos tipos de cafés com mais facilidade, como capuccinos, mocaccinos e machiattos, o que proporciona novas experiências e sensações.

É importante pesquisar antes de comprar uma máquina, principalmente a que temperatura chega a água, o recomendado é 90ºC e também a pressão máxima alcançada, que deve ser ao menos 9 BAR, porém 15 BAR é considerado o ideal. Felizmente existem diversos modelos no mercado voltados para o consumidor final, basta se informar e escolher aquela que melhor se adapta ao que desejas.

Você sempre pode melhorar o seu café, comprar o café em grão e o moer na hora, garantindo que não irá perder suas características, é uma ótima ideia.

Se for comprar o café já moído, escolha bons cafés e com moagem para espresso, use sempre água filtrada e pesquise muito antes de comprar uma máquina, as vezes o barato sai caro e você acaba se arrependendo, então procure se informar sempre.

Depois quando estiverem tirando ótimos espressos em casa, voltem aqui e contem suas experiências.

Tenham ótimos cafés!!!

Abaixo algumas dicas do Mexido de Ideias de como tirar um bom café espresso em casa.

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

Café no carro

Inspiração, Tecnologia
Em 19 de julho de 2012
Durante o cafezinho do(a)

Imagine você parado no trânsito, naquele final de tarde de um dia cansativo, sonhando com um bom espresso, pois a Fiat resolveu atender os seus desejos, a partir de outubro o novo modelo Fiat 500L terá como opcional uma máquina de café espresso Lavazza totalmente integrada ao carro, substituindo o suporte de copo.

Basta colocar água, uma cápsula Lavazza e você terá seu espresso na hora, em qualquer local.

O opcional da Fiata tem gerado alguma preocupação, pois especialistas em segurança alegam que essa pode ser mais uma distração ao motorista, mas a Fiat respondeu dizendo que a máquina Lavazza está bloqueada e só funciona com o carro parado, então ta tudo resolvido, deu vontade de um café, estacione e faça você mesmo.

Espero que essa novidade chegue logo ao Brasil.

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

Espresso pelo Celular

Espressos
Em 30 de maio de 2012
Durante o cafezinho do(a)

Quem não gostaria de chegar no trabalho e que a sua xícara de café esperando prontinha, recém feita.

Foi pensando justamente nisso que a empresa Seattle Zipwhip desenvolveu uma máquina de café controlada por SMS do celular.

Você envia uma mensagem para determinado número, a máquina interpreta a mensagem, em seguida ativa o moedor de grãos e prepara sua bebida, além disso, ela escreve os trẽs últimos números do seu celular na espuma da bebida, para ninguém pegar o café do outro por engano.

Veja essa incrível máquina funcionando no vídeo.

 

 

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

Review Nescafé Dolce Gusto

Reviews de Cafés
Em 10 de março de 2012
Durante o cafezinho do(a)

Adquiri recentemente uma máquina de café Nescafé Dolce Gusto, depois de pesquisar bastante optei por esse modelo pelo fato de fazer diversos tipos de bebida, sim bebidas, por que a Dolce Gusto não faz somente café.

A máquina tem um estilo futurista e está disponível nas cores vermelho, preto ou branco, que fica legal em qualquer ambiente, possui pressão de 15 bar, o que para uma máquina de utilização basicamente doméstica é bastante aceitável, fazendo um expresso de boa qualidade.

A máquina trabalha com cápsulas, que contém a dose correta para uma bebida, possui opções de água quente e fria, que deve ser escolhida conforme o gosto. Mas por favor, não vá fazer um expresso frio, ok.

A Nescafé Dolce Gusto vem com um kit boas vindas, composto por xícara e pires de porcelana, taça para Latte Macchiato e embalagem com 16 cápsulas de diversos sabores.

No total são 8 tipos de bebidas:

Expresso: Expresso tradicional, é um ótimo café, a pressão de 15 bar garante boa cremosidade e espuma.

Um café expresso (do italiano caffè espresso, frequentemente referido como expresso) é uma bebida à base de café preparada através da passagem de água muito quente (mas não fervente) sob alta pressão pelo café moído. Um café expresso bem tirado possui três partes principais: coração, corpo e espuma — sua característica mais marcante: a espuma de cor semelhante ao caramelo-escuro que permanece sobre a superfície do expresso, composta por óleos vegetais, proteínas e açúcares. (Fonte Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/Espresso)

Poema Café Expresso de Cassiano Ricardo, relatando a chegada do Expresso ao Brasil http://turmadocafe.com/cafe-expresso.

Expresso Intenso: Expresso bem mais incorporado e forte que o normal mencionado acima, tem boa cremosidade, pra mim o melhor de todos.

Lungo: O Lungo pode ser tratado como um Expresso “esticado”, é mais suave que o Expresso normal, não faz o meu gênero, pois possui o dobro de água do Expresso para a mesma quantidade de pó de café, mas é uma boa bebida.

Capuccino: Eu adoro Capuccino, e o da Dolce Gusto não deixa nada a desejar, é feito com duas cápsulas, trata-se de um Expresso forte coberto por uma espuma adoçada de Leite.

O termo cappuccino é do século XVI e tem sua origem nos frades pertencentes a um ramo da ordem franciscana, já em 1905 que a bebida “cappuccio” deriva de capuz (do latim cappa), pois assim os frades franciscanos são chamados devido ao capuz que trazem preso ao hábito, e o nome da bebida deve-se a sua cor, que lembra a do hábito dos frades capuchinhos. (Fonte Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/Cappuccino)

Chococcino: Não passa de um chocolate quente, com boa cremosidade, mas aquele chocolate quente da vovó é melhor.

Latte Macchiato: É uma bebida com uma camada de Expresso, leite e uma espuma adoçada, tem um visual bonito, pois os ingredientes não se misturam, formando camadas. É uma boa bebida para aqueles dias chuvosos de inverno acompanhado de um bom livro.

Latte macchiato é um latte (café expresso com leite vaporizado com uma quantidade generosa de espuma de leite no topo) semelhante ao latte original, mas desta feita geralmente servido num copo alongado de vidro, com o café expresso adicionado por cima do leite, “manchando-o” (o macchiato em seu nome). (Fonte Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/Latte_macchiato)

Capuccino Ice: Novo lançamento, trata-se de um Capuccino gelado, é feito com água fria e adicionado gelo, ainda não experimentei, to esperando a oportunidade.

Nestea Pêssego: Chá de Pêssego, simplesmente isso.

Avaliação Final: a máquina Dolce Gusto é ideal para casa ou um pequeno escritório, é de fácil limpeza, prática, rápida e faz ótimos cafés, o único porém são os preços das cápsulas no Brasil, que giram em torno de 22 reais a caixa com 16 unidades, lembrando que as bebidas que levam duas cápsulas vem 8 de cada, sendo que na Europa encontramos caixas de cápsulas por um preço em torno de 4,5 euros, que são aproximadamente 11 reais. Infelizmente temos que conviver com essa carga tributária absurda e pagar tudo dobrado sempre.

Maiores Informações: Nescafé Dolce Gusto

Imagens retiradas do site https://www.nescafe-dolcegusto.com.br


Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

Curiosidades sobre o café.

Café no Mundo
Em 22 de setembro de 2011
Durante o cafezinho do(a)

Busquei na net algumas curiosidades sobre o café, espero que gostem.


Na França, o café muitas vezes é ingerido junto com chicória.

Na Áustria bebe-se café junto com figos secos.

Na África e Oriente Médio é comum adicionarem especiarias ao café, como canela, cardomomo ou gengibre.

Na Bélgica o café é servido com um pequeno pedaço de chocolate  no interior da xícara.

Na Itália o espresso é servido acompanhado de tiras de limão.

Em Cuba, o café é bebido muito forte e doce, e em um só gole.

Na Alemanha o café é servido com leite condensado.

Nos Estados Unidos, o café é aguado e com pouco sabor, o famoso café americano.

 

A Cafeteira foi inventada na França no final do século XVIII, pelo farmacêutico François Antoine Descroisilles.

O café é a segunda mercadoria mais importante do mundo, perdendo apenas para o petróleo.

O Brasil é o maior produtor e exportador do mundo, contribuindo com 25% da produção mundial.

O maior capuccino do mundo foi feito pelo italiano Ettore Diana  que preparou em uma xícara gigante, foram utilizados 500 litros de café e mil litros de leite, o feito garantiu ao italiano a entrada no Guiness Book.

O café mais caro do mundo é o Kopi Luwak, produzido na Indonésia à partir das fezes de um felino chamado Civeta.

A palavra café veio do árabe, provavelmente de Kahoua ou Qahwa que significa o excitante.

A maior rede de cafeterias do mundo é a Starbucks com mais de 15 mil lojas.

Na cultura popular da Síria o café é a bebida da hospitalidade familiar, portanto, não entre as numerosas provas em que a noiva prometida deve passar há um exame que avalia sua capacidade de preparar e servir café.

A kahveci é um pessoa habilitada a preparar o tradicional café turco.

O brasileiro consome em média 1.200 xícaras de café por ano.

Inicialmente o café era conhecido na Europa por Vinho árabe.

O primeiro plantio de café no Brasil ocorreu em 1727 no Pará.

O irish coffee (Café Irlandes), uma das receitas de café mais famosas do mundo, é a mistura do café com uísque cobertos com uma camada de creme ou chantilly.

Alguns povos acreditam que a borra no fundo da xícara de quem bebeu o café pode revelar seu futuro. Esse tipo de adivinhação é chamada de cafeomancia.

Em 1475 surge em Constantinopla a primeira loja de café.

Por volta de 1570, o café foi introduzido em Veneza, Itália, mas a bebida, considerada maometana, era proibida aos cristãos e somente foi liberada após o papa Clemente VIII provar o café.

Cerca de 17% dos grãos de café verde cultivados em todo o mundo são transformados em café solúvel depois de torrado.

O café é a bebida universalmente mais apreciada e a mais popular do mundo, todos os dias se bebem dois bilhões de xícaras.

Em Portgual o cafezinho é chamado de “bica”, isso porque os primeiros espressos em Portugal foram vendidos no café A Brasileira, em Lisboa, porém muitos clientes acharam o gosto do produto um tanto amargo, para contornar o problema, a direção da cafeteria criou um slogan para atrair os clientes: Beba Isso Com Açúcar, a campanha deu certo e a frase ficou tão marcada que o uso das iniciais de cada palavra – bica – virou sinônimo de cafezinho.

Na Alemanha, o rei Frederico criou uma força especial conhecida como kaffee schnufflers, constituída unicamente por indivíduos que cheiravam o café em busca do produto, então ilícito.

 

O “Procope” foi o primeiro café parisiense, foi criado em 1689 por um vendedor de limonadas, François Procope.

O povo que mais café bebe no mundo é o finlandês.

Foi Melitta Benz, em 1908, quem, ao tentar filtrar café por um guardanapo de linho, teve a ideia de o substituir por papel colocado num recipiente perfurado.

“Satânica bebida” era o nome que a Igreja Católica, no princípio do século XVII, dava ao café, com a intenção de convencer os fiéis de que o café nada mais era que o Sangue de Satanás.

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

50 Tipos de Café.

Café no Mundo, Inspiração
Em 6 de julho de 2011
Durante o cafezinho do(a)

Café Espresso, ristreto, macchiato, americano, capuccino, esses são algumas formas de preparo do nosso café, quantas delas você conhece? Eu confesso que conheço poucas, perto dessa imensa lista que encontrei, são 50 tipos de café, alguns conhecidos por aqui, outros somente na Itália, como o ristretto e o ristretto corretto.

Vale lembrar que na Itália surgiu o café espresso e também a moka, que eu particularmente adoro.

Confere o infográfico e veja os cafés que você conhece e os que ainda vai conhecer, se lembrar de mais algum, deixe nos comentários sua receita :-).

 

Clique para ampliar.

Fonte: Charming Italy

Envie seu Comentário  Leia os Comentários 

Eu banco, tu bancas?

Cultura
Em 25 de fevereiro de 2011
Durante o cafezinho do(a)

Não tem coisa que combine mais com um sábado de manhã do que uma xícara de café a uma caminhada até a banca mais próxima. Ou pelo menos é assim nos filmes mais legais e na vida das pessoas mais cools. Então, pra combinar com o sábado dos sonhos, algumas indicações de revistas bacanas pra um final de semana legal.

Pode começar amanhã já. Tem sete sugestões minhas e um plus para nerds do namorado, já que eu penso em vocês machos viciados em games.

(Pra facilitar pra quem quiser conhecer, nos nomes das revistas estão os links dos sites e algumas matérias estão linkadas!)

Bravo!
A última edição tem na capa o mais odiado dos ícones da MPB: Caetano Veloso. Crítico como sempre, cheio de energia como sempre e com indicações de bandas bem experiementais (algumas demais pro meu gosto), Caê disse que se deu conta que alegria é diferente de felicidade. Detalhes da edição #162 a parte, eu gosto bastante da revista há tempos. Compro quase toda edição e acho gente legal em quase toda edição – diga-se de passagem, muita gente legal e desconhecida.

Brasileiros
Eu não conhecia a Brasileiros até que a minha amiga Larissa Tietjen foi fazer seu TCC lá. Me apaixonei. A revista é bacana pra quem gosta de cultura brasileira. E tem de tudo. A última edição faz uma homenagem a Bahia, fala sobre o longa O Samba que Mora em Mim (vejam como eu penso em vocês, queridos parceiros de Turma do Café), temmatéria com o pessoal do Jovem Nerd. Gosto e aconselho.

Alfa
Era pra ser uma revista para o homem moderno e, se for, eu devo ser daquele tipo meio estranho porque eu amei. Comprei este mês a minha primeira Revista Alfa. A matéria de capa, com o Chico Buarque, é bacaníssima (só pra dar um gostinho aqui) e a revista, de forma geral, é muito bem escrita. Tem matéria de carros, editorial de moda, uma P&¨% reportagem sobre pais que precisam morar longe dos filhos. Mas o que me ganhou mesmo foi a última página. A coluna 30 dias em 30 segundo, do Leonardo Lanna, é simplesmente demais.

Casa e Jardim
Falo mesmo. Se sou meio-macho por gostar da Alfa, sou totalmente mulherinha por gostar da Casa e Jardim. E é paixão assumida sem medo de ser feliz. Amo tudo, quero tudo e tudo mais. Na última edição, não tem pra ninguém, a melhor página é a de rádios vintage, que eu não posso linkar. Mas é demais. E sempre tem café por lá. 

Espresso
Precisa comentar? Não, né? A última edição, da cafeteria em casa é demais. Pra matar todos os meus instintos.

Piauí
Eu gosto dela, sim. Acho indiscutivelmente a melhor publicação brasileira dos últimos anos e aquilo tudo. Mas confesso que as últimas edições da Piauí não me chamaram taaanta atenção assim. Não adianta, é bom e tá acabado. Da última, gostei daquero ficar na geração 1.0. Devo estar desgostando porque não sou intelectual o bastante. Vai saber.

Vida simples
Tem gente que diz que ela é psicologia barata a ruim. Mas eu gosto de algumas edições da Vida Simples. A diagramação é sempre um show a parte. A matéria de capa da última edição é demais. Ou vai dizer que você consegue desapegar fácil? (Primeira parte da matéria aqui!)

X360 (Por Bruno Stolf)
Depois de muito tempo sem comprar uma revista, o título de uma me chamou a atenção na banca. "Raio X de mais de 140 games que você jogará ao longo do ano". Não seria nada de mais, afinal de contas ao longo de um ano muitos jogos são lançados. Mas o nome da revista é X360. Eu, dono de um Xbox 360, precisei comprar. Claro, acompanho vários sites para ler previews, reviews e outras informações do que saiu, está pra sair e ainda vai demorar pra chegar, mas poder ler fora do notebook foi um alívio. A revista fala da carrada de jogos que está pra sair, tanto em mídia física quando na XBLA e possui várias reviews, mesmo de títulos muito recentes como Dead Space 2. Se você também gosta de ler em papel de vez em quando, é só procurar pelo Marcus Fenix, na capa. O herói de Gears of War está fazendo cara de durão, como sempre.

É isso, pessoal! Boa leitura!

Envie seu Comentário  Leia os Comentários